Uncategorized

Resiliência e COVID 19

Anúncios

O termo resiliência foi usado inicialmente na física por Thomas Young para descrever a característica de algumas matérias que são capazes de receber energia do meio sem se deformar permanentemente.

O termo resiliência aplicado ao comportamento humano se relaciona ao modo de enfrentamento funcional às situações desafiadoras do meio ambiente. Pessoas resilientes tem melhor flexibilidade para responder de maneira positiva, mantendo qualidade de vida e integridade emocional, e desta forma se saem melhor nas situações estressantes.

O grande estresse que todo o gênero humano está tendo que lidar atualmente é o COVID 19. Traz consigo ameaças reais onde está sendo normal e adaptativo certo grau de ansiedade e preocupação. As preocupações relacionadas ao COVID 19 são reais pois ameaçam a saúde e a segurança das pessoas que amamos e a nossa própria. A necessidade de isolamento social está ocasionando mudanças radicais na rotina pessoal e profissional. As famílias estão convivendo integralmente juntas o que faz aumentar a exposição aos conflitos. O medo está presente e o cansaço e as irritações aumentam. Está sendo um grande desafio pois está exigindo nossa plena capacidade de sermos flexíveis e resilientes.

A resiliência não é uma característica pessoal inata, e sim uma habilidade que pode ser aprimorada e desenvolvida, e esse é um dos principais focos durante a psicoterapia. Uma pessoa que está em processo de desenvolvimento da resiliência percebe os benefícios deste modo de agir, obterá consequências mais positivas e gradativamente ficará mais resistente ao sofrimento que algumas situações de vida impõe.

Pessoas resilientes conseguem perceber que mesmo diante das dificuldades e vicissitudes da vida não é necessário se fixar apenas aos aspectos negativos dos fatos, pois por maior que sejam as dificuldades, ainda há algo que se pode extrair de positivo.

Anúncios
Use as setas <> para continuar navegando

Anúncios